Por

Os integrantes da Cia Pé na Tábua, na última sexta-feira, participaram de animada roda de conversa com alunos após o espetáculo, quando compartilharam suas experiências em projetos educativos envolvendo escolas e fundações. Renata Defina, artista do grupo, ressalta a importância de tornar a arte acessível a todos os públicos.

Roberto Xavier, diretor do Sesi, e Denise de Almeida, coordenadora da UBC, compreendem que a parceria é muito bem-vinda, tendo em vista que a formação de público para a arte é uma questão de interesse social. Além disso, a ampliação do repertório cultural, por meio de eixos norteadores que envolvam apreciação, contextualização e produção, promove o desenvolvimento de habilidades e competências para enriquecimento da prática pedagógica dos educadores.

 Para Homero Urizzi, professor da UBC e idealizador da parceria, a poesia do corpo deve ser acolhida e articulada aos conhecimentos dos educadores.